PREVIOUS FREE PAGES BLOG

PREVIOUS FREE PAGES BLOG
DIPLOMATIC FREE PAGES - click image

Friday, June 3, 2016

Português -- UM AVISO RUSSO



Um Aviso Russo
por Dmitry Orlov, The Saker, Victor Katsap and Eugenia Gurevich

Junho 02, 2016 "Information Clearing House" - "ClubOrlov"  - Nós, abaixo assinados, somos cidadãos russos a viver e a trabalhar nos Estados Unidos da América. Temos estado a observar com crescente ansiedade, pois as políticas actuais dos Estados Unidos e da NATO colocaram-nos numa rota de colisão extremamente perigosa com a Federação da Rússia, como também com a China. Muitos americanos respeitados, como Paul Craig Roberts, Stephen Cohen, Philip Giraldi, Ray McGovern e muitos outros têm emitido avisos sobre uma Terceira Guerra Mundial iminente. Mas as suas vozes perderam-se no ruído de uma comunicação social mediática que está cheia de histórias enganosas e imprecisas, que caracterizam a economia russa como se estivesse em ruínas e os militares russos como indivíduos fracos – todas elas baseadas em nenhuma evidência. Mas nós  - conhecedores tanto da História da Rússia, como do estado actual da sociedade russa e dos militares russos, não conseguimos engolir essas mentiras. Neste momento, sentimos que é nosso dever, como cidadãos russos a viver nos EUA, de alertar o povo americano que está a ser enganado e dizer-lhe a verdade. E a verdade é simplesmente esta:

Se houver uma guerra com a Rússia, então os Estados Unidos
serão completamente destruídos e a maior parte de nós irá morrer.


Vamos recuar um pouco e colocar o que está a acontecer num contexto histórico. A Rússia sofreu muito às mãos dos invasores estrangeiros, perdendo 22 milhões de pessoas na Segunda Guerra Mundial. A maioria dos mortos eram civis, porque o país foi invadido e os russos comprometeram-se a nunca mais deixar que tal desastre acontecesse novamente. Sempre que a Rússia foi invadida, saiu vitoriosa. Em 1812, Napoleão invadiu a Rússia; em 1814 a cavalaria russa desfilou em Paris. Em 22 de Junho de 1941, a Luftwaffe de Hitler, bombardeou Kiev; em 8 de Maio de 1945, as tropas soviéticas rolavam em Berlim.

Mas, desde então, os tempos mudaram. Se Hitler fosse atacar a Rússia hoje, estaria morto dentro de 20 a 30 minutos e o seu abrigo (bunker) reduzida a escombros incandescentes, pelo impacto de um míssil de cruzeiro supersónico Kalibr, lançado de um pequeno navio da marinha russa, algures no mar Báltico. A capacidade operacional das forças armadas russas foi demonstrada clara e eficientemente, durante a recente acção contra o ISIS, o Al Nusra e outros grupos terroristas financiados por capital estrangeiro, que operam na Síria. Outrora, a Rússia teve de responder às provocações, travando batalhas terrestres no seu território e, depois, lançando uma contra invasão; mas já não é mais necessário fazê-lo. O armamento actual da Rússia procede a uma retaliação instantânea, indetectável, imparável e absolutamente mortífera.

Assim, se amanhã acontecesse subitamente uma guerra  entre os EUA e a Rússia, é certo que os EUA iriam ser destruídos. No mínimo, não haveria rede de abastecimento de energia elétrica, nem internet, nem distribuição de combustíveis, nem um sistema de comunicações rodoviárias, nem transportes aéreos ou de navegação baseados em GPS. Os centros financeiros estariam em ruínas. O Governo cessaria funções, a todos os níveis. As Forças Armadas dos EUA, estacionadas em todo o globo, deixariam de ser reabastecidas. No máximo, todo o território dos EUA ficaria coberto por uma camada de cinzas radioactivas. Mencionamos estes factos sem o intuito de ser alarmistas, mas porque estamos aterrorizados, baseados em tudo o que sabemos. Se a Rússia for atacada,  não vai recuar; vai retaliar e irá aniquilar totalmente os Estados Unidos.

O Governo dos EUA fez tudo o que pôde para empurrar a situação para a beira de um desastre. Em primeiro lugar, a sua política anti-russa convenceu os dirigentes russos que é inútil fazer concessões ou negociar com o Ocidente. Tornou-se evidente que o Ocidente vai apoiar sempre qualquer todos os indivíduos, movimentações ou governos que sejam contra os russos, quer sejam oligarcas russos que fogem às suas obrigações fiscais ou criminosos da guerra ucraniana ou terroristas da Chechénia apoiados pelos sauditas wahabitas ou indivíduos profanadores de catedrais, em Moscovo. Agora que a NATO, violando as promessas anteriores, se expandiu até à fronteira da Rússia, através da implantação de forças armadas dos EUA nos Estados Bálticos, dispondo a artilharia de modo a alcançar São Petersburgo que, por ordem de grandeza, é a segunda cidade da Rússia, os russos já não têm margem para recuar. Os russos não irão atacar; nem retirar-se ou render-se. O governo russo aufere de mais de 80% de apoio popular; os 20%  que restam parecem sentir que ele está a ser muito brando na oposição à invasão ocidental. Mas a Rússia irá retaliar e uma provocação ou um simples erro, poderia desencadear uma sequência de acontecimentos que iria resultar na morte de milhões de norte-americanos e os EUA em ruínas.

Ao contrário do que acontece com muitos americanos, que vêem a guerra como uma aventura emocionante e vitoriosa sobre os estrangeiros, os russos odeiam e temem a guerra. Mas eles também estão prontos  para tal e estão a preparar-se para a guerra há vários anos. Os preparativos têm sido muito eficientes. Ao contrário dos EUA, que desperdiça incontáveis ​​biliões de dólares em programas  de armamento duvidosos e de custos exorbitantes, como o caça das Força Aérea F-35, os russos são extremamente avarentos a empregar os seus rublos na defesa, gastando 10 vezes menos nesses investimentos, em comparação com a defesa arrogante da indústria de guerra dos EUA. Embora seja verdade que a economia russa tenha sofrido com a baixa dos preços dos combustíveis fósseis, está longe de estar em ruínas e espara-se um regresso ao crescimento, no início do próximo ano. O senador John McCain designou, outrora, a Rússia como "Um posto de gasolina a fazer passar-se como sendo um país." Bem, ele mentiu. Sim, a Rússia é o maior produtor mundial e o segundo maior exportador de petróleo, mas também é o maior exportador mundial de cereais e de tecnologia da energia nuclear. É uma sociedade tão avançada e sofisticada como a dos Estados Unidos. Presentemente, as Forças Armadas convencionais e nucleares da Rússia, estão prontas para lutar e são mais do que um mero jogo ou partida, para os EUA e para a NATO, especialmente se surgir uma guerra em qualquer lugar junto da fronteira russa.

Mas seria uma luta suicida para todos os lados. Acreditamos firmemente que uma guerra convencional na Europa tem uma forte probabilidade de se transformar muito rapidamente numa guerra nuclear e que qualquer ataque nuclear dos EUA/NATO contra as forças armadas ou contra o território russo irá accionar automaticamente um ataque nuclear russo de retaliação contra o território continental americano. Contrariamente às declarações irresponsáveis feitas por alguns propagandistas americanos, os sistemas de mísseis antibalísticos americanos são incapazes de proteger o povo americano de um ataque nuclear russo. A Rússia tem meios para atacar alvos nos EUA com armamento nuclear de longo alcance, como também com armas convencionais.

A única razão pela qual os EUA e a Rússia se encontram em rota de colisão, em vez de atenuarem as tensões e cooperarem numa ampla sucessão de problemas internacionais, é a recusa obstinada da liderança dos Estados Unidos em aceitar a Rússia como um parceiro no mesmo grau de igualdade: Washington quer ser desesperadamente, o "líder mundial" e a "nação indispensável", se bem que a sua influência diminua de forma constante na sequência de uma série de erros na política externa e de desastres militares, tais como no Iraque, no Afeganistão, na Líbia, na Síria, no Iémen e na Ucrânia. A continuação da liderança global americana é algo que nem a Rússia, nem China, nem a maioria dos outros países está disposta a aceitar. Esta perda gradual, mas visível, de poder e influência fez com que a liderança dos Estados Unidos se tornasse histérica e falta apenas um pequeno passo para passar de liderança histérica a liderança suicida. Os líderes políticos da América precisam ser colocados sob vigilância contra o suicídio.

Em primeiro lugar, apelamos aos comandantes das Forças Armadas dos Estados Unidos para seguirem o exemplo do Almirante William Fallon, que, quando o interrogaram sobre a possibilidade de uma guerra contra o Irão, respondeu claramente: "Não, debaixo do meu comando." Sabemos que vocês não são suicidas  e que não querem morrer devido a uma  arrogância imperial descabida. Se possível, informem os vossos soldados, colegas e, especialmente, os vossos superiores civis de que uma guerra com a Rússia não vai acontecer sob o vosso comando. Em último recurso, tomem esta decisão e se chegar o dia em que essa ordem suicida for emitida, recusem-se a executá-la, alegando que é criminosa. Lembrem-se que, de acordo com o Tribunal de Nuremberg: "Iniciar uma guerra de agressão ... não é apenas um crime internacional; é o crime internacional supremo, sendo apenas diferente dos outros crimes de guerra, porque contém em si o mal acumulado de todos esses mesmos crimes " De acordo com Nuremberg, a afirmação: " Eu estava apenas a cumprir ordens” já não é justificação válida; por favor, não sejam criminosos de guerra.


Também apelamos ao povo americano para tomar resoluções pacíficas, mas contundentes, a fim de se opor a qualquer político ou partido que se envolva em actos irresponsáveis e provocadores para atormentar a Rússia e que tolere e apoie uma política de confrontação desnecessária com uma superpotência nuclear, que é capaz de destruir América em cerca de uma hora. Falem, rompam a barreira de propaganda da comunicação social mediática e tornem os vossos compatriotas americanos conscientes do imenso perigo de um confronto entre a Rússia e os EUA.

Não há nenhuma razão objectiva para que os EUA e a Rússia devam considerar-se adversários. O confronto actual é inteiramente o resultado dos pontos de vista extremistas do culto neoconservador, cujos membros foram autorizados a infiltrar-se no Governo Federal dos EUA, durante o mandato do Presidente Bill Clinton e que consideram qualquer país que se recuse a obedecer às suas ordens, como sendo um inimigo que deve ser esmagado. Graças aos esforços incansáveis desses neoconservadores, mais de um milhão de pessoas inocentes  morreram na ex-Jugoslávia, no Afeganistão, no Iraque, na Líbia, na Síria, no Paquistão, na Ucrânia, no Iémen, na Somália e em muitos outros países, tudo por causa de sua insistência doentia de que os EUA devem ser um império mundial e não apenas, um país normal  e que cada líder de outra nacionalidade deve curvar-se diante deles, ou ser derrubado. Esta força irresistível encontrou, finalmente, na Rússia,  um obstáculo intransponível. Eles devem ser forçados a recuar antes que nos destruam todos.

Estamos absoluta e categoricamente certos de que a Rússia nunca irá atacar os EUA, nem qualquer estado membro da União Europeia, de que a Rússia não está de modo algum interessada em recriar a URSS (União das Républicas Socialistas Soviéticas) e de que não há uma "ameaça russa" ou "agressão russa." Grande parte do sucesso económico recente da Rússia, tem muito a ver com o afastamento/separação de dependências soviéticas anteriores, o que lhe permitiu prosseguir uma política de "A Rússia primeiro". Mas estamos certos de que se a Rússia for atacada, ou mesmo ameaçada de ataque, não vai voltar atrás e que o governo russo não irá vacilar. Com grande tristeza e coração pesado, farão o seu dever e irão desencadear uma barragem nuclear da qual os Estados Unidos nunca irão recuperar. Mesmo se toda a governação russa for morta num primeiro ataque, o designado "Dead Hand/A Mão da Morte" (o sistema "Perimeter") irá lançar automaticamente armas nucleares suficientes para varrer os EUA do mapa político. Sentimos que é nosso dever fazer tudo o que pudermos para evitar tal catástrofe.

Evgenia Gurevich, Ph.D.
http://thesaker.ru
 
Victor Katsap, PhD, Sr. Scientist
NuFlare Technology America, Inc.
Dmitry Orlov
http://cluborlov.blogspot.com

The Saker (A. Raevsky)
http://thesaker.is
[
Пожалуйстанапишите мнеесли вы хотите добавить свою подписьМой адрес можно найти справа наверху.[Por favor, envie-me um email se quiser adicionar a sua assinatura. O meu endereço encontra-se ao alto da página do meu blog, à direita]
O endereço de Dmitry Orlov é: dmitry.orlov@gmail.com

               http://newfreepages.blogspot.pt/2016/06/a-russian-warning.html


Tradutora/Postadora: Maria Luísa de Vasconcellos
Email: luisavasconcellos2012@gmail.com

No comments:

Post a Comment

PUTIN FRENCH



2017 FSB Meeting - RO from Roberto Petitpas on Vimeo.

BOTH VIDEOS AVAILABLE IN ENGLISH,FRENCH, ROMANIAN, PORTUGUESE

PRESIDENT





Labels

21st Century Wire A BRAMERTON A. Orlov Abayomi Azikiwe ABIZAID ABOGADOS ABOGADOS PROGRESISTAS DE ESPAÑA Acción secreta activism Adam GArrie Ajamu Baraka AL-ASSAD AL-HUSAINI Aleksandar PAVIC alex gorka Alex Lantier Alexander Azadgan ALEXANDER DUGIN ALEXANDER KUZNETSOV Alexandra Bruce Alexandre Artamonov Alexandre Cazes ALEXIS Ambrose Evans-Pritchard an Greenhalgh Ana de Sousa Dias ANA SOUSA DIAS ANASTASOV Anatol Lieven Andre Vltchek ANDREI AKULOV Andrew Griffin Andrew Korybko Andrew P. Napolitano Andrey Afanasyev animals Ann Diener Ann Wright Anna Hunt Anna Von Reitz Anne Speckhard Ph. D. Anne Speckhard PH. D Anti-Media News Desk Antony C. Black aRABIC ARAM MIRZAEI Ariel Noyola Rodríguez Asaf Durakovic Asma Assad ASMOLOV ASSANGE Avelino Rodrigues AVNERY BAKER bankers BAOFU barcelona Barrett Brown Bashar al-Assad Baxter Dmitry BECKER Before it's News BEGLEY BERGER BILL SARDI Binoy Kampmark BOGDANOV Brazilian BRENNAN BRIAN CLOUGHLEY BULGARIAN BUTLER By Jack Heart & Orage CABRAS Captagon Carey Wedler CAROL ADL CARTALUCCI Catherine Austin Fitts CATHY O'BRIEN cats Chelsea Manning Choice and Truth Chossudovsky Chris Cole CHRIS HEDGES Christopher Black CIA Claire Bernish clinton Collective Evolution Comunidad Saker Latinoamérica COOK Covert Action Craig McKee CUNNINGHAM CURENT CONCERNS CURRENT CONCERNS Daniel Lazare Daniel McCARTHY Daniele Ganser DANSK Darius Shahtahmasebi DARK JOURNALIST DARK JOURNALISTt DAVID HOROVITZ David Lemire David STERN David Swanson DEAN Deena Stryker Denali Deutsch DINNUCI DIPLOMACY Dmisa Malaroat DMITRIY SEDOV Dmitry Minin Domenico Losurdo Donald Trump doni DONINEWS Dr. Kevin Barrett DUFF DUGIN EDITOR'S CHOICE EDWARD SNOWDEN El Periodico Eliason ELISABETE LUIS FIALHO Eliseo Bertolasi EMMONS endgahl ENGDAHL Eric S. Margolis Eric Zuesse ESCOBAR EUROPE Evan at Fight for the Future F. William Engdahl FANG Farage farewell address FEDERICO PIERACCINI FERRIS Field McConnell finance Finian Cunningham FORBIDDEN KNOWLEDGE TV forbidden nowledge Foster Gamble four horsemen Fr. Andrew Phillips FRANCESCA CHAMBERS Francesco Colafemmina Freeman FRENCH FRISK FULFORD Fuller G20 G20 SUMMIT GALLAGHER Gareth Porter GARY NORTH General Flynn George Gallanis GERMAN GERMANOS Gilad Atzmon Gilbert Doctorow Glenn Greenwald GLOBAL RESEARCH global warming GORDON GORDON DUFF Graham E. Fuller Graham Vanbergen GREENHALGH GREENWALD Greg Hunter Gregory Copley GRETE MAUTNER GUEST CONTRIBUTORS GUNNAR GUTERRES HAGOPIAN Hakan Karakurt Herbert McMaster HERMAN HERNÂNI CARVALHO hill HILLARY CLINTON hollywood http://www.independent.co.uk/ http://www.northcrane.com/ http://www.salem-news.com/ http://yournewswire.com/ HUDON HUDSON ideeCondividi INAUGURATION INCÊNDIOS Inform Clear House Internet IODINE Isaac Davis ITULAIN Ivan Blot JALIFE-RAHME JAMES James Comey JAMES CORBETT JAMES GEORGE JATRAS James ONeil JAMES PETRAS Jane Grey Jay Greenberg Jean Perier Jean Périer Jean-Claude Paye JEFFREY SMITH JEZEBEL JILL STEIN Jim W. Dean Joachim Hagopian john McCain JOHN PILGER John Podesta John W. Whitehead JONAS E. ALEXIS Jonathan Marshall JONES Joseph Thomas JULIAN ASSANGE KADI Kadir A. Mohmand Kadyrov kalee brown Karen Kwiatkowski Karine Bechet-Golovko KATEHON KATHEON Katherine Frisk Ken O’Keefe Kenneth P. VOGEL KERRY BOLTON Kerry Cassidy Kerry Picket Kevin Barret. VT Kim Petersen KIMBERLEY KINZER KIRYANOV KOENIG Konstantin Asmolov KORYBKO KORZUN Krum Velkov Larry Chin Laurent Gerra lavr LAVROV LE PARISIEN Le Saker Francophone LENDMAN Lionel Shriver LOFGREN LVOV MACMILLAN macron Makia Freeman Manlio Dinucci Manlio Dinucci - Manuel Ochsenreiter Marco Cassiano MARCUS WEISGERBER MARGARET KIMBERLEY MARIA ZAKHAROVA Mark Citadel Mark Taliano Markus Frohnmaier Martin Berger Martin Hurkes MARUSEK Matt Agorist Matt Peppe MATTEO rRENZI MATTHEW COLE MATTHEW JAMISON MCLAUGHLIN MÉLENCHON MELKULANGARA BHADRAKUMAR MERCOURIS MEYSSAN MICHAEL AVERKO Michael Brenner Michael Hudson MICHAEL JABARA CARLEY Michael S. Rozeff Michael T. Klare Middle East MIG video mike harris Mike Whitney MINA Mint Press News MintPressNews MIRANDA Misión Verdad MKULTRA Mohamed Mokhtar Qandiel MOHMAND Montenegro MOON OF ALABAMA moonofalabama MOST DAMAGING WIKILEAKS NATO NEO NEWS DESK Nicholas Nicholaides Nick Turse NIKANDROV Nile Bowie NISSANI NORMAN SOLOMON NOVOROSSIA novorussia NYTIMES obama obamas Oliver Stone Olivier Renault ONU ORLOV OSCAR FORTIN PALESTINE PARRY Patrick Iber Patrick J. Buchanan Patrick Martin PAUL CRAIG ROBERTS Paul Fitzgerald Paul R. PILLAR Paul Street PAYE PCR Pedro Bustamante pedrógão grande PEPE ESCOBAR Peter Dale Scot Peter Dale Scott Peter Koenig PETER KORZUN PETRAS Ph.D Phil Butler PICCARD Pierre Farge PILGER PISKORSKI PODESTA Pope Francis PORTUGUESE PRAVDA prc PRESTON JAMES Prof Michel Chossudovsky Prof Rodrigue Tremblay Project Veritas PUTIN PUTIN/TRUMP Putin/Trump meeting PYOTR ISKENDEROV Queen Elizabeth Rajan Menon Raphaël Meyssan rebecca gordon Redmayne-Titley RELAX réseau Réseau International Réseau Voltaire Réseau Voltaire: Revue Défense Nationale Ricardo Vaz RICHARD DOLAN Richard Galustian Richard Labévière Richard Spencer Rick Sterling Rob Urie Robert Bridge Robert F. Kennedy Jr Robert J. Burrowes Robert J. O’Dowd Robert O’Dowd ROBERT PARRY robert steele ROBERTS rof. Mohssen Massarrat ROLAND Roland San Juan blog ROMANIA PROTESTS ROMANIAN Ron Aledo RON PAUL Ron Paul Institute RT Rudolph Giuliani RUDY GIULIANI Russia feed RUSSIA TODAY RUSSIAN Russian Insider Russie politics Russka RUSSOPHILE Ryan Dawson Ryan Gallagher Salman Rafi Sheikh sana sanders SANTOS SILVA Sarah Abed SCAHILL SCOTT Scott Humor Sean Adl-Tabatabai SERGEY LAVROV sessions Seth Ferris SETH RICH SHAKDAM Shawn Hamilton SHEIKH sic notícias SIMON PARKES Smith & Wesson SNOWDEN SNYDER Sophie & Co Soros SOUTH FRONT SOUTHFRONT SPANISH speech GERMAN MP Speer-Williams Sputinik sPUTNICK SPUTNIK STACHNIO State of the Nation STEPHEN KARGANOVIC Stephen Kinzer Stephen Lendman Steve Pieczenik STEVE PIECZENIK: Steven MacMillan STONE STORM CLOUDS GATHERING StormCloudsGathering.com Strategic Culture STRATTON STRYKER Sunagawa Syria TAKEHON TALIANO TASS TEREHOV The Anti-Media The Duran THE INTERCEPT THE SAKER the true activist THERAPEOFJUSTICE Thierry Meyssan Third Presidential Debate Tillerson tom dispatch TOM ELEY Tom Engelhardt Tom Feeley TOM JOAD TomDispatch TOMGRAM Tony Cartalucci True Activist TrueActivist.com trump TSUKANOVA TTIP TURKEY TYLER DURDEN Udo Ulfkotte Ukrainian Deserter USA ELECTION USA ELECTIONS Valentin Vasilescu Van AUKEN Vanessa Beeley VASILESCU Vault 7 Veteran Intelligence Professionals for Sanity VETERANS TODAY VETERNAS TODAY Victory Day video videos VIETNAM VETERANS Viktor Mikhin VITALY CHURKIN Vladimir Chizhov Vladimir Safronkov Vladimir Terehov VLTCHEK VT Waking Times WANTA Washingtons blog WAYNE MADSEN WESTBERG Westmoreland WHITEHEAD Whitney Webb WIKILEAKS Wikispooks William Blum WOODS world cup 2018 Xi Jinping Yameen Khan Yanis Varoufakis YEMEN Youssef A. Khaddour ZAKHAROVA ZÉ GERALDO ZEROHEDGE ZUESSE